Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Eleição na OAB-SP

Eleições na OAB paulista serão dia 16 de novembro

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) vai realizar eleições no dia 16 de novembro para renovação de seu conselho e diretoria. Nas quase 300 subseções da entidade também serão escolhidos os próximos dirigentes.

Os dois candidatos, Carlos Miguel Aidar, atual secretário-geral da OAB, e Roberto Ferreira, ex-presidente da Caasp (Caixa de Assistência dos Advogados), têm propostas diferentes para a próxima gestão: um defende a continuidade do "excepcional trabalho" que vem sendo desenvolvido pela associação enquanto o outro faz duras criticas à atuação do órgão.

Em reportagem publicada pelo jornal Tribuna do Direito, Aidar defende a sua gestão, afirmando que a OAB vem fazendo um importante trabalho pela democratização do país. Disse ainda que sua gestão melhorou os serviços oferecidos aos advogados e criou novos recursos para facilitar a vida do profissional.

"Assumo o compromisso de, se reeleito, não poupar esforços para que a advocacia cumpra seu papel institucional e sua missão política, de arauto da vontade social e, de outro, de ampliar os serviços e benefícios a todos os advogados do Estado", concluiu ele.

Já o oposicionista Roberto Ferreira afirma que a OAB atravessa atualmente "a mais profunda crise" de sua história e que "é visível o comprometimento de sua legitimidade e independência, afetando o seu compromisso com a sociedade civil e com a defesa dos reais interesses da classe".

Ferreira disse ainda que a OAB está se afastando dos objetivos a que se propôs: "As prerrogativas profissionais não podem ser esquecidas e a classe não pode continuar à sombra de influências estranhas à Advocacia, devendo ser resgatada a dignidade dos advogados paulistas, que jamais se curvaram aos poderosos".

Revista Consultor Jurídico, 20 de outubro de 2000, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 28/10/2000.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.