Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Privatização enrolada

Governo do Paraná tenta desbloquear venda do Banestado no STJ

A Procuradoria Geral do Estado do Paraná ingressou no Superior Tribunal de Justiça (STJ), na tarde desta segunda-feira (16/10), com um pedido de suspensão de segurança contra a decisão desta manhã que adiou o leilão do Banestado.

O presidente do tribunal, ministro Paulo Costa Leite, deverá decidir se o leilão ocorrerá ou não, às 10 horas desta terça-feira (17/10).

No entanto, a venda do Banestado poderá sofrer outro bloqueio. Os senadores paranaenses Álvaro Dias (PSDB), Roberto Requião (PMDB) e Osmar Dias (PSDB) entraram com outra ação na Justiça Estadual para tentar suspender a privatização.

Os parlamentares pretendem que o processo de privatização do banco seja considerado ilegítimo e lesivo ao erário.(Recurso: SS 864)

Leia mais:

Justiça determina adiamento do leilão

Revista Consultor Jurídico, 16 de outubro de 2000, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 24/10/2000.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.