Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Com a boca na botija

PF prende hacker que usava e-mail de FHC

O presidente Fernando Henrique Cardoso pedindo ao presidente do Senado para atacar Jader Barbalho com mais vigor e, a Barbalho, para apresentar novas denúncias contra Antônio Carlos Magalhães.

As mensagens, enviadas por e-mail, eram falsas. Na manhã desta quinta-feira (30/11), o policial civil Marco Antônio Nunez Pereira, que se encontra licenciado por motivos de saúde, foi preso no Rio de Janeiro.

O hacker teria se passado também pelo presidente das Organizações Globo, Roberto Marinho.

O trabalho foi desenvolvido pela Polícia Federal, depois que os técnicos do Senado perceberam que as mensagens eram falsas. O rastreamento foi rápido. Localizado o servidor e o usuário, bastou obter o mandado de busca e apreensão do computador e a ordem de detenção do hacker.

Para evitar imprevistos, a Polícia Federal posicionou-se diante da casa do alvo antes do amanhecer. Na primeira hora, Nunez Pereira, que possuia em sua casa uma carabina calibre 12 com o cano serrrado, foi devidamente detido.

O hacker utilizava o e-mail fictício FHC@Planalto.gov.br. Para Antônio Carlos Magalhães o e-mail escolhido foi ACM@Senado.gov.br.

O policial já é considerado "figurinha carimbada" na rede. Em especial, pelo seu site (http://marconunez.com), onde, ultimamente, mantém uma campanha contra a Microsoft.

Revista Consultor Jurídico, 30 de novembro de 2000, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 08/12/2000.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.