Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Advogado na cadeia em Roraima

Ex-presidente de Direitos Humanos é acusado de chacina de jovens

O advogado Silvino Lopes, diretor do Sistema Penitenciário e ex-presidente da Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Roraima, está preso em uma cela especial da Polícia Militar, desde quinta-feira (09/11). Ele é acusado de ter participado de uma chacina em que morreram sete jovens.

No sábado (4/11), ele estava acampado com a família no Balneário de Cauamé. O barulho feito por jovens no local teria irritado o advogado e motivado o início da chacina.

Os jovens foram assassinados a tiros e facadas. O advogado teria tido ajuda do agente penitenciário Wellington Gentil Pereira, de um menor e de outro homem.

Um rapaz e uma garota, ambos de 16 anos, estão internados no Hospital Geral de Roraima. A garota está fora de perigo. Mas a situação do rapaz ainda é grave.

O delegado Antônio de Brito que acompanha as investigações disse que, na segunda-feira (06/11), o advogado teria procurado o secretário de Segurança Pública e confessado sua participação na chacina.

Quando foi preso na quinta-feira (9/11), teria negado a sua participação. O agente penitenciário afirma que Lopes participou da chacina. O advogado teria sido o responsável direto por pelo menos três mortes.

RevistaConsultor Jurídico, 10 de novembro de 2000.

Revista Consultor Jurídico, 10 de novembro de 2000, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 18/11/2000.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.