Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Banespa

Acordo no TST pode acabar com a greve do Banespa

Os funcionários do Banespa podem encerrar a greve nesta sexta-feira (10/9) por causa de um acordo entre o Sindicato dos Bancários de São Paulo e a diretoria do banco. A greve começou no dia 31 de outubro.

O acordo foi proposto em uma reunião no Tribunal Superior do Trabalho (TST). A proposta exclui a garantia de emprego, uma das principais reivindicações da categoria.

O presidente do Sindicato dos Bancários, João Vaccari Neto, afirmou que o acordo ainda terá que ser avaliado em uma assembléia dos funcionários.

Pelo acordo, uma indenização adicional será concedida aos que forem demitidos sem justa causa entre 1º de dezembro de 2000 a 1º de maio de 2001.

Também ficou decidido que os funcionários terão reajuste salarial de acordo com os índices estipulados nas negociações entre a Fenaban (Federação Nacional dos Bancos) e o sindicato.

Os bancários pedem reajuste de 9,22%, contudo, a Fenaban está oferecendo 7,2%. A proposta do Banespa era de 5% aumento aos funcionários.

As negociações entre o sindicato e a Fenabam continuam nesta sexta-feira (10/11).

Revista Consultor Jurídico, 9 de novembro de 2000, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 17/11/2000.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.