Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Porte de armas

Ministério da Justiça contra porte de armas e comercialização

A comercialização e o porte de armas podem voltar a ser proibidos. O ministro da Justiça, José Gregori, anunciou que o governo fará uma nova ofensiva no Congresso Nacional. A notícia foi divulgada no Diário do Grande ABC.

O ministro não concorda com decisão do Supremo Tribunal Federal (STF). Em outubro, o STF considerou inconstitucional a proibição ao registro de armas de fogo. Assim, houve a garantia da liberdade para a comercialização.

Gregori respeita a decisão do Supremo, mas disse que a luta continua. Ele quer que o protesto das mães em favor da medida, realizado na Esplanada dos Ministérios, sirva para acelerar o fim do porte de armas.

De acordo com o ministro, embora a decisão mereça acatamento, é preciso contar com ajuda do Congresso Nacional para mudar a situação do aumento de violência com a "utilização indiscriminada das armas".

Revista Consultor Jurídico, 8 de novembro de 2000, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 16/11/2000.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.