Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Toma lá dá cá

Yunes teria sido beneficiado 26 dias antes de fazer empréstimo

O promotor Saad Mazloum, um dos responsáveis pela ação que culminou com o afastamento do prefeito paulistano Celso Pitta, afirmou que o empresário Jorge Yunes recebeu benefício da prefeitura 26 dias antes de fazer o empréstimo de R$ 800 mil.

Segundo o promotor, "Pitta encaminhou projeto de lei, com pedido de urgência, que beneficiava os proprietários de imóveis da região de Vila Maria", zona norte da capital de São Paulo.

Yunes seria o proprietário de um imóvel de 17 mil metros quadrados na região.

Mazloum afirmou que Celso Pitta já está afastado do cargo, independentemente de notificação judicial. Ou seja, não seria indispensável que um oficial de Justiça notificasse o prefeito.

Segundo ele, todas as medidas administrativas tomadas pelo prefeito nesta sexta-feira (24/3) podem ser anuladas.

Revista Consultor Jurídico, 24 de março de 2000.

Revista Consultor Jurídico, 24 de março de 2000, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 01/04/2000.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.