Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

TJ paulista afasta Pitta

Régis de Oliveira vai substituir Pitta na prefeitura de São Paulo

A 4ª Câmara de Direito Público do Tribunal de Justiça de São Paulo determinou, por dois votos a um, o afastamento do prefeito Celso Pitta. O voto de desempate foi dado pelo desembargador Jo Tatsumi.

Os desembargadores Clímaco de Godoy Filho e Soares Lima já haviam votado. O primeiro defendeu a permanência do prefeito no cargo e o segundo optou pelo afastamento.

Segundo o Ministério Público, que apresentou a denuncia, por improbidade administrativa, se Pitta permanecer na prefeitura ele pode interferir no processo. A acusação se baseia em empréstimos que teriam sido feitos pelo empresário Jorge Yunes ao prefeito.

Pitta ainda poderá recorrer contra a decisão que confirmou a liminar dada na primeira instância e que se encontrava suspensa.

Leia mais sobre o caso Celso Pitta

STJ mantém decisão que afasta Pitta da Prefeitura paulistana

Advogados de Pitta recorrem ao STJ contra afastamento

Revista Consultor Jurídico, 25 de maio de 2000, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 02/06/2000.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.