Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Governo contra-ataca

MST: Governo pede prisão dos responsáveis pelo quebra-quebra

O advogado-geral da União, Gilmar Mendes, solicitou nesta quarta-feira (3/5) a prisão preventiva dos líderes do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) que forem identificados como responsáveis por incitar a depredação de prédios públicos ocorrida nos últimos dias em todo país.

Por meio dos advogados da União nos Estados, Mendes solicitou à Polícia Federal a abertura de inquéritos para apurar as responsabilidades pelo quebra-quebra.

O defensor do governo também pediu que, identificados os responsáveis e os participantes das depredações, seus nomes sejam encaminhados ao Ministério Público para que se instaure ação penal.

Nos últimos dias, integrantes do MST vêm promovendo uma série de invasões de prédios públicos em cerca de 20 Estados - a maioria em prédios do Incra, da Receita Federal e do Ministério da Fazenda.

Os incidentes mais graves foram registrados em São Paulo, Cuiabá (MT) e Maceió (AL), onde houve depredação nas sedes do Ministério da Fazenda.

Revista Consultor Jurídico, 3 de maio de 2000, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 11/05/2000.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.