Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Fórum trabalhista

Gallotti manda ouvir diretor da Incal sobre contrato do Grupo OK

O ministro Octávio Gallotti, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou nesta segunda-feira (05/06) que o empresário Fábio Monteiro de Barros, diretor-presidente da Incal, preste depoimento à Polícia Federal (PF) sobre a descoberta de novos documentos contendo o contrato registrado em cartório que comprovaria ser o Grupo OK, pertencente ao senador Luiz Estevão (PMDB-DF), o verdadeiro dono da empresa.

A Incal foi responsável pela construção do Forum Trabalhista de São Paulo. Atendendo a pedido do procurador-geral da República, Geraldo Brindeiro, o ministro Gallotti, relator do inquérito que investiga o suposto envolvimento do senador no desvio de R$ 169 milhões da obra inacabada, requisitou ao jornal Correio Braziliense cópia dos disquetes contendo informações sobre a construção do fórum.

Cópias desses papéis foram encontradas no flat do empresário Fábio Monteiro de Barros, que está preso há 27 dias, e encaminhadas por Geraldo Brindeiro ao Supremo para serem anexadas ao

inquérito. O ministro Gallotti enviou ofício ao ministro da Justiça, José Gregori, solicitando a adoção das providências necessárias "ao pronto e rigoroso cumprimento, por parte da autoridade policial", das diligências requeridas pelo Ministério Público Federal.

Revista Consultor Jurídico, 6 de junho de 2000, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 14/06/2000.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.