Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Condenado pode ser monitorado

Justiça: Condenado brasileiro pode passar a ser monitorado

O ministro da Justiça, José Carlos Dias, solicitou um estudo sobre a possibilidade de se implantar no Brasil o chamado bracelete eletrônico, para monitorar condenados que possam vir a cumprir pena sob liberdade vigiada ou prisão domiciliar.

Trata-se de uma espécie de pulseira que é colocada no braço do criminoso. Ela permite que a polícia acompanhe os lugares onde o preso se encontra através de um sistema de radar.

O mecanismo já é usado nos Estados Unidos. Na quarta-feira passada, a Justiça norte-americana colocou um desses braceletes no brasileiro Renato de Souza Flor, preso por fazer uma ameaça terrorista pela Internet.

Flor está cumprindo prisão domiciliar na casa de sua irmã depois de ser liberado pela Corte de New Jersey sob fiança de US$ 50 mil.

Também está sendo estudada a viabilidade de os carros da polícia rodoviária federal passarem a portar câmeras filmadoras. O equipamento registraria o motorista infrator na hora em que é multado.

Revista Consultor Jurídico, 7 de janeiro de 2000, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 15/01/2000.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.