Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Juízes estaduais também querem

Magistratura estadual do Rio ameaça parar por adicional

Por 

Em assembléia realizada nesta terça (29/2), na capital fluminense, os juízes estaduais do Rio de Janeiro decidiram declarar-se em estado de greve.

Eles exigem paridade com a magistratura federal. Ou seja, querem o auxílio-moradia que o ministro Nelson Jobim, contra a maioria dos ministros do STF, concedeu aos juízes pagos pela União.

A reunião foi feita na Associação dos Magistrados do Rio de Janeiro (Amaerj).

Eles se disseram prontos "a combater tudo o que for considerado gravoso à classe e à sociedade".

Os juízes fluminenses manifestaram apoio irrestrito às reivindicações de todos seus colegas.

No encontro não foram discutidos os aspectos considerados irregulares na liminar de Jobim.

Em Brasília, o porta-voz da Presidência da República, George Lamaziére, anunciou que FHC reuniu-se nesta terça com o presidente do Senado, Antônio Carlos Magalhães. Os dois combinaram com os presidentes do STF e da Câmara uma reunião para a próxima quinta-feira, às 10h30.

A idéia é resolver, afinal, a questão do teto salarial.

 é editor da revista Consultor Jurídico no Rio de Janeiro

Revista Consultor Jurídico, 29 de fevereiro de 2000, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 08/03/2000.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.