Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Informação incorreta

Correção: Bradesco nada teve a ver com cartão que separou casal

O lançamento indevido de uma compra de sapatilhas como sendo gasto em um hotel provocou a separação de um casal no Rio de Janeiro.

Ao noticiar o fato, nesta quarta-feira (23/2), com o texto intitulado Cartão Separa Casal, a revista Consultor Jurídico afirmou que a Bradesco Administradora de Cartão de Crédito fora responsabilizada pelo erro. A informação estava incorreta. Na verdade, embora tenha sido denunciada à lide, pela Nacional Visa, a Administradora teve sua contestação acolhida.

Quando o fez, denunciou à lide o lide o Banco do Brasil S/A, que teria operado registro equivocado através da Administradora de Cartões Cardway (Ourocard Visa). O BB ainda tentou ser excluído, mas perdeu o prazo para a contestação.

A Nacional Visa (Cartão Nacional Ltda) e o BB ainda apelaram ao Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, mas tiveram seus pedidos rejeitados.

Revista Consultor Jurídico, 23 de fevereiro de 2000, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 02/03/2000.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.