Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Corinthians sem Rincón

TRT-SP mantém liminar que libera Rincón de contrato

O Tribunal Regional do Trabalho (TRT) de São Paulo manteve nesta quinta-feira (17/2) a liminar concedida pelo juiz da 36ª Vara do Trabalho, Benedito Valentini, que liberou o jogador Freddy Eusébio Rincón Valencia de cumprir seu contrato com o Corinthians.

A decisão é temporária. Em seu despacho, o juiz Ricardo Patah, da Seção de Dissídios Individuais do Tribunal, estabeleceu prazo de 10 dias para que o juiz Valentini e o Corinthians enviem as informações necessárias para análise da liminar pedida em mandado de segurança impetrado pelo clube.

Se Patah decidir pela suspensão da decisão de 1ª instância, o jogador será impedido de jogar pelo Santos, clube ao qual se apresentou na sexta-feira passada.

Uma semana antes, Rincón depositou em juízo o valor de R$ 161,5 mil, a título de rescisão de contrato. A liminar que liberou o meio-campista do compromisso com o Corinthians com concedida há 10 dias.

CBF e Fifa

Até agora, Rincón obteve êxito na Justiça do Trabalho. Mas a situação do jogador pode se complicar em relação à Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Essa é a opinião de dirigentes da CBF e do Corinthians - que enviou a documentação do meio-campista para análise da Fifa. Rincón poderia ser suspenso e o Santos proibido de participar de competições oficiais, se insistir na manutenção do jogador.

Revista Consultor Jurídico, 17 de fevereiro de 2000, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 25/02/2000.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.