Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Corínthians perde Rincón

Justiça do Trabalho libera Rincón do Corínthians

O juiz da 36ª Vara do Trabalho de São Paulo, Benedito Valentini atendeu o pedido do jogador Freddy Eusébio Rincón Valencia e o liberou do compromisso com o Corínthians.

Em nome de Rincón, a advogada Deborah Borges, ingressou com uma Medida Cautelar, com pedido de liminar, pedindo a rescisão do contrato com o clube. Valentini, juiz-presidente da Vara concedeu o pedido e determinou que o Sport Club Corínthians entregue ao meio-campista toda a sua documentação.

Antes de ingressar com o pedido, na última sexta-feira (2/2), Rincón providenciou o depósito em juízo, a título de rescisão, no valor de R$ 161.500,00 - o que indica que o salário mensal do jogador vinha sendo de R$ 17.000,00, um valor considerado baixo para os padrões do futebol profissional brasileiro.

Com a decisão judicial, teoricamente, Rincón já pode assinar contrato com o Santos ou com o Flamengo, o que não vinha sendo possível em razão de suas obrigações para com o Corínthians (Medida Cautelar 0277/2000).

Revista Consultor Jurídico, 7 de fevereiro de 2000, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 15/02/2000.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.