Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Posse impedida

Posse de presidente da OAB acusado de irregularidades é suspensa

O presidente eleito da Ordem dos Advogados do Brasil de Pernambuco teve sua posse suspensa pela Justiça. O pedido, baseado em supostas irregularidades praticadas por Ademar Rigueira, foi apresentado pelo candidato da chapa perdedora, Fernando Araújo, segundo o JC On Line.

A decisão foi tomada pelo juiz de plantão da 4ª Vara Federal, Antônio Bruno de Azevedo, que concedeu liminar suspendendo a posse de todos os integrantes da chapa "Militância com Ética", encabeçada por Rigueira.

A mesma ação fora impetrada dia 13 de dezembro, mas o pedido foi negado pelo juiz Francisco Alves dos Santos, da 2ª Vara Federal.

O presidente eleito considerou que "tomar essa atitude na véspera de um feriado e com o judiciário em recesso parece uma manobra". Ele disse ter estranhado o posicionamento do juiz.

Em entrevista ao JC On Line, Ademar Rigueira, afirmou que tomaria providências para que a liminar fosse cassada rapidamente.

Segundo o candidato derrotado, o ideal seria a nomeação de uma diretoria provisória pelo Conselho Federal até que os fatos fossem esclarecidos.

Revista Consultor Jurídico, 29 de dezembro de 2000, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 06/01/2001.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.