Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Câncer cerebral

Usuários de celular com câncer cerebral querem processar empresas

Um escritório de advocacia nos Estados Unidos deverá entrar com dez ações de indenização contra indústria de telefonia celular por causa de tumores cerebrais causados em clientes.

O advogado, que já venceu uma causa de 4,2 bilhões de dólares contra a indústria do fumo, planeja entrar com duas queixas antes de março de 2001 e as demais em um prazo de um ano.

Cada queixa será impetrada contra uma fabricante de aparelhos celulares, uma rede de telefonia celular e uma telefônica local, segundo a CNN.

Embora os médicos ainda não tenham conseguido provar nenhuma ligação entre os tumores e os celulares, o temor de que a radiação emitida pelo aparelho possa causar câncer no cérebro é crescente nos Estados Unidos.

Um dos advogados do escritório declarou que, caso se comprove o conhecimento das empresas sobre os riscos decorrentes da radiação emitida pelo celular, elas devem ser punidas severamente, não só pelo que fizeram às pessoas, mas pelo lucro milionário que tiraram disso.

Revista Consultor Jurídico, 28 de dezembro de 2000, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 05/01/2001.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.