Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Prisão preventiva

Justiça Federal adia decisão sobre prisão de Luiz Estevão

O juiz da 10ª Federal de Brasília, Ronaldo Desterro, adiou a decisão sobre o pedido de prisão do senador cassado Luiz Estevão. O pedido de prisão preventiva havia sido encaminhado pelo Ministério Público Federal.

Segundo a Agência Estado, a Justiça decidiu pela abertura de processo por sonegação fiscal contra o senador. No despacho, o juiz pediu informações à Receita Federal para saber se Estevão foi incluído no Refis.

A partir da análise do material, o juiz decidirá se decreta a prisão do ex-senador, acusado pelo MP por crime de sonegação fiscal e falsificação de documentos.

Em 1994, Estevão deixou de declarar R$ 18,4 milhões do montante recebido pelas empresas do Grupo OK.

Revista Consultor Jurídico, 13 de dezembro de 2000, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 21/12/2000.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.