Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Processo no Mc Donald's

Mc Donald's é condenado a pagar indenização a ex-funcionário

A Justiça, em primeira instância, decidiu que o Mc Donald's terá que pagar uma indenização de 200 salários mínimos (R$30.200) por danos morais a um funcionário que foi demitido da empresa.

As partes recorreram e aguardam nova decisão da Justiça. A defesa luta por uma indenização de 300 salários mínimos (R$ 45.300). O Mc Donald's recorreu para anular a sentença.

A ação tramita na 9ª Vara Cível da Comarca de Santo André, em São Paulo.

O Mc Donald's alega que a demissão ocorreu por justa causa. O funcionário teria praticado furto.

Na justiça do trabalho foi demonstrado que não havia a justa causa para demitir o funcionário. A constatação serviu para embasar a ação civil contra a empresa.

A defesa argumenta que o Mc Donald's não teve cautela quando pediu a instauração de um inquérito policial que, posteriormente, foi arquivado por falta de provas contra o funcionário.

Segundo a defesa, não se pode iniciar um procedimento criminal e demitir alguém por justa causa sem provas.

A informação sobre a ação é do escritório do ABC Paulista, "Aureliano Monteiro Neto - Advogados Associados".

Revista Consultor Jurídico, 7 de dezembro de 2000, 12h27

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 15/12/2000.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.