Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Posse no TRT de Campinas

TRT de Campinas tem novo comando a partir desta quinta-feira

O juiz Carlos Alberto Moreira Xavier assume nesta quinta-feira (7/12) a presidência do Tribunal Regional do Trabalho de Campinas. Xavier, o nono presidente da história da Corte administrará o Tribunal até dezembro de 2002.

O novo dirigente do TRT da 15ª Região é juiz há quase 27 anos, atuou por muito tempo na 1ª Instância antes de ser promovido ao Tribunal em 1990. A vice-presidente é a juíza Irene Araium Luz e o novo corregedor regional é o juiz Ernesto da Luz Pinto Dória.

Segundo o presidente da Associação dos Magistrados Trabalhistas da 15ª Região, Francisco Alberto da Motta Peixoto Giordani, os desafios que esperam pelo novo comando do Tribunal não são poucos nem pequenos: "Impõe-se muito esforço e habilidade para vencer a insensibilidade do Poder Executivo e do Poder Legislativo que têm castigado os trabalhadores brasileiros, negando recursos ao Judiciário", afirma o dirigente.

Como decorrência dessa insensibilidade, Giordani menciona os seguidos cortes no orçamento do Tribunal que têm impedido a primeira e a segunda instância da região de aparelhar-se para enfrentar a forte demanda enfrentada pela magistratura.

O TRT de Campinas completou esta semana 14 anos de sua criação. Nesse período, foram recebidos 383.742 processos e solucionados 342.409, segundo a assessoria de imprensa do Tribunal. A jurisdição abrange 601 municípios do Estado de São Paulo e mais de 18 milhões de habitantes, a maior população entre os 24 TRTs do País. Só este ano, de janeiro a outubro, foram autuados no TRT 36.724 processos, e 33.556 receberam solução.

Na Primeira Instância, a 15ª Região possui 127 Varas do Trabalho instaladas, sendo nove em Campinas (tramita no Congresso um projeto que pleiteia a criação de mais 26 Varas para a Região, sendo três em Campinas). Nos últimos 13 anos, o volume de processos trabalhistas na região cresceu cerca de 240%. Nos dez primeiros meses deste ano, foram 168.349 processos novos, um a cada 2,6 minutos, considerando as 24 horas de cada um dos 305 dias do período. No mesmo intervalo, foram solucionados 193.462 processos, o que projeta o recorde de 232.154 processos resolvidos para este ano, na Região. O saldo positivo no período (recebidos X solucionados) é de 25.113 processos, ou cerca de 15%.

Revista Consultor Jurídico, 6 de dezembro de 2000, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 14/12/2000.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.