Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Pedido de exoneração

Procurador-geral do Estado de São Paulo deixará o cargo

O procurador-geral do Estado de São Paulo, Márcio Sotelo Felippe, deverá se afastar de seu cargo. Ele encaminhou pedido de exoneração de sua função ao governador Mário Covas.

O afastamento, segundo a Procuradoria, se deve a problemas de saúde que Felippe vem sofrendo desde o começo do ano. Ele ainda está no comando da entidade e não há data marcada para sua saída.

O nome do substituto ainda não foi definido, no entanto, caso ele tenha que se afastar antes disso a substituta direta na hierarquia da procuradoria é a procuradora-geral adjunta, Márcia Zannoti.

Entre os problemas que a Procuradoria vem administrando está o reajuste salarial já definido para a magistratura e para o Ministério Público paulista (cerca de 38%), a partir de setembro, mas que ainda não foi decidido em relação à PGE que, tradicionalmente, tem seus salários revistos simultaneamente com as demais carreiras jurídicas do Estado.

Revista Consultor Jurídico, 29 de agosto de 2000, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 06/09/2000.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.