Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Luxemburgo investigado

Wanderley Luxemburgo tem sigilo bancário quebrado

Por 

Investigado por crime de sonegação fiscal, o técnico da seleção brasileira Wanderley Luxemburgo, foi chamado pela Polícia Federal Fazendária para explicar a origem de inúmeros bens. Seu sigilo bancário já foi quebrado.

Renata Alves, ex-funcionária de Wanderley Luxemburgo afirmou que arrematava, a pedido do técnico, carros, telefones e imóveis. Contou que, ao repassar os recursos financeiros necessários, Wanderley dava orientações para que ela escapasse de pagar impostos.

À época, foi instaurado inquérito para que fosse apurado o teor do depoimento enviado à Justiça Federal em julho de 1997.

O inquérito foi analisado pela 8ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro e remetido ao Ministério Público para oferecimento de parecer.

Segundo a assessoria do Ministério Público Federal, o caso está em segredo de justiça, em razão da quebra do sigilo bancário do técnico.

Em uma semana, a procuradora Lilian Gulhon Dora, que não quis comentar o assunto, dará parecer sobre o caso.

 é editor da revista Consultor Jurídico no Rio de Janeiro

Revista Consultor Jurídico, 22 de agosto de 2000, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 30/08/2000.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.