Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Contragolpe

Sites oferecem truque para enganar radar e grampos

Um líquido que impede fotos de radar, gás paralisante, grampos telefônicos e dispositivos que impedem a identificação da origem de chamadas telefônicas são alguns dos produtos que estão sendo oferecidos por dois sites na Internet.

O www.antimulta.com.br anuncia o Foto Flash, descrito como "um spray que contém polímeros que, aplicados à placa do veículo, distorcem a fotografia através do aumento do espectro da radiação luminosa do flash. O resultado é uma foto superexposta à luminosidade, o que torna a placa do veículo ilegível na fotografia".

O site não informa endereço nem o nome de seus responsáveis. Sua única identificação é um número de telefone de Belo Horizonte que não atendeu no final de semana. O site "antimulta", contudo afirma em sua propaganda que "é perfeitamente legal possuir e vender este produto (o Foto Flash). Com relação ao uso, a legislação diz que não podemos obstruir a visão da placa do veículo, e este produto não obstrui porque é transparente, sendo assim é perfeitamente legal e legítimo o seu uso." Dois advogados ouvidos pela revista Consultor Jurídico afirmaram que, caso o produto exista de fato, à primeira vista, o seu uso seria ilegal.

O outro site, divulgado pelo mesmo spam que chama a atenção para o "antimulta", é o www.spyshop.com.br, que oferece grampos telefônicos, dispositivos anti-grampo, anti-identificadores de chamadas, gás paralisante e coletes à prova de balas.

Revista Consultor Jurídico, 5 de agosto de 2000, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 13/08/2000.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.