Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Energia Elétrica

Anacont interpela companhias elétricas por sobretaxa de ICMS

As empresas de energia elétrica, que cobraram dos consumidores ICMS em valor superior ao realmente devido, devem restituir o dobro do imposto pago nos últimos onze meses, com juros e correção monetária.

Este é o entendimento da Associação Nacional de Assistência ao Consumidor e Trabalhador (Anacont), que está ajuizando ações individuais nos Juizados Especiais Cíveis em nome de todos os seus associados.

O pedido da Anacont fundamenta-se em parecer do ministro Garcia Vieira do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que determinou que o ICMS sobre o consumo de energia elétrica deve ser calculado somente sobre o preço final da tarifa.

O artigo 34, parágrafo 9º do Ato das Disposições Constitucionais Transitórias (ACDT) determina que os cálculos só podem ser praticados na operação final, o que, segundo a Associação, não estaria acontecendo.

A Anacont afirma que as fornecedoras do serviço - principalmente as do Rio de Janeiro, Light e CERJ - além de cobrarem o imposto como incluso na conta final, cobram também na base de cálculo (diferença do valor total da conta menos a alíquota, que seria de 18% para valores até 300KW e de 25% para valores superiores a 300KW).

Assim, numa conta de R$ 100, por exemplo, o ICMS já incluso, calculado mediante o percentual de 25%, seria de R$ 25. O resultado da subtração desse tributo do total da conta é R$ 75. A Anacont entende que, sobre essa quantia de R$ 75 deveria ser calculado o imposto. Dessa forma, ao aplicar alíquota de 25% sobre R$ 75, chega-se a R$ 18,75, que seria o valor realmente devido a título de ICMS.

A soma de R$ 75 (valor do serviço) e de R$ 18,75 (valor do imposto) é igual R$ 93,75. Dessa forma, o consumidor teria arcado com uma diferença que excede em 6,66% o débito verdadeiro.

Revista Consultor Jurídico, 3 de agosto de 2000, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 11/08/2000.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.