Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Ex-premiê Italiano é absolvido

Júri absolve ex-premiê italiano acusado pela morte de jornalista

O ex-primeiro-ministro italiano Giulio Andreotti foi absolvido, nesta sexta-feira (24/9), da acusação de ser o mandante do assassinato do jornalista Mino Picorelli, ocorrido em 1979.

O júri foi composto por dois juízes e seis cidadãos comuns. Depois de quatro dias de deliberações, os jurados decidiram que não havia provas suficientes para condenar o político.

O ex-premiê, hoje com 80 anos, é senador vitalício e foi primeiro-ministro sete vezes. Ele não compareceu ao tribunal para ouvir o veredito. Os promotores argumentavam que Picorelli havia sido morto pela máfia sob ordens de Andreotti.

O motivo do assassinato seria impedir o jornalista de fazer revelações comprometedoras sobre o ex-ministro. A acusação foi baseada em testemunho do mafioso Tommaso Buscetta. No entanto, Andreotti ainda está sendo julgado em Palermo por associação com a máfia e pode pegar 15 anos de prisão.

Fonte: AP

Revista Consultor Jurídico, 24 de setembro de 1999, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 02/10/1999.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.