Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

STJ vai investigar TJ-MT

Desembargadores do TJ-MT pedem que STJ os investigue

Uma petição assinada pelos 20 desembargadores do Tribunal de Justiça do Mato Grosso foi entregue ao presidente do Superior Tribunal de Justiça, ministro Antônio de Pádua Ribeiro, pedindo a abertura de inquérito para investigar denúncias de corrupção que teriam ocorrido naquele Tribunal.

É a primeira vez, desde sua criação, que o STJ recebe um pedido formal de abertura de inquérito para investigar outro Tribunal. O pedido foi entregue à Pádua Ribeiro pelo presidente do TJ do Mato Grosso, Wandyr Clait Duarte, e pelo corregedor-geral de Justiça do Estado, Paulo Inácio Dias Lessa.

Os desembargadores afirmam que as denúncias feitas pelo juiz Leopoldino Marques do Amaral, que foram divulgadas pela imprensa, são extremamente graves e podem se caracterizar como crime.

A Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) já havia pedido a apuração das denúncias feitas pelo juiz, que foi encontrado morto no Paraguai. A entidade afirmou que "é necessária uma investigação rigorosa e transparente das acusações, evitando-se pré-julgamentos oportunistas ou omissões que prestigiem a impunidade".

O relator do caso será o ministro José Arnaldo da Fonseca, que foi escolhido por meio da distribuição eletrônica do STJ.

Revista Consultor Jurídico, 16 de setembro de 1999, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 24/09/1999.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.