Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Má caligrafia causa erro fatal

Médico texano é condenado por má caligrafia

A conhecida "letra de médico" custou caro ao cardiologista texano Ramachandra Kolluru. Ele foi condenado a pagar indenização de US$ 225 mil à família de seu paciente Ramon Vásquez por má caligrafia.

O paciente morreu depois de tomar um medicamento diferente do que estava prescrito de forma ilegível na receita médica. Vásques, de 42 anos, recebeu do farmacêutico o remédio errado.

Depois de duas semanas de tratamento o paciente morreu, aparentemente de ataque cardíaco. A viúva recorreu à Justiça alegando que o médico e o farmacêutico deveriam desempenhar de forma mais atenta o seu trabalho.

O medicamento vendido a Vásques tinha uma dose oito vezes superior ao remédio recomendado.

Fonte: Zero Hora Online

Revista Consultor Jurídico, 21 de outubro de 1999, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 29/10/1999.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.