Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Guilherme de Pádua é solto

Guilherme de Pádua ganha liberdade condicional

O juiz César Augusto Rodrigues Costa, da Vara de Execuções Penais do Rio de Janeiro, concedeu nesta quinta-feira (14/10) liberdade condicional a Guilherme de Pádua, condenado pelo assassinato da atriz Daniela Perez.

Pádua, que ficou preso por quase sete anos, foi condenado a 19 anos de prisão em janeiro de 1997. Ele assassinou a atriz com a colaboração de sua ex-mulher Paula Thomaz, em dezembro de 1992. Daniela e Pádua faziam um par romântico na novela "De Corpo e Alma", da Rede Globo.

A liberdade condicional foi concedida pelo fato de o ex-ator já ter cumprido mais de um terço da pena e gozar de bom comportamento no presídio. Pádua terá de se apresentar a cada três meses à Justiça.

O ex-ator também terá de comprovar trabalho, chegar em casa no máximo às 23h, ficar distante de locais socialmente reprováveis e não exagerar nas bebidas alcoólicas.

Revista Consultor Jurídico, 14 de outubro de 1999, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 22/10/1999.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.