Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Cartel do Piauí

Presidente da OAB do Piauí quer que Exército assuma a PM

O presidente da seccional piauiense da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Nelson Nery, quer a nomeação de um coronel do Exército para comandar a Secretaria da Segurança Pública naquele Estado. Ele irá solicitar a nomeação ao governador Francisco de Assis de Morais Souza, o "Mão Santa".

Nery também vai pedir a transferência dos policiais detidos por envolvimento com o crime organizado para instalações do Exército. O advogado teme a prática de queima de arquivo por outros integrantes da quadrilha.

Os pedidos serão feitos nesta terça-feira (12/10), quando o presidente da OAB do Piauí volta a Teresina, depois de passar uma semana em Brasília. A Polícia Federal lhe assegurou proteção em razão das ameaças de morte que vem sofrendo.

Na semana passada, Nelson Nery e o presidente nacional da OAB, Reginaldo de Castro, entregaram ao ministro da Justiça, José Carlos Dias, um dossiê com mais de 300 páginas, que aponta a interferência de juízes, promotores e advogados em processos criminais relativos a pistoleiros de aluguel.

Os documentos comprovam o envolvimento de autoridades da Polícia Militar com falsificação de notas fiscais, tráfico de armas e cobrança de propina para garantir proteção a empresários locais e prefeitos.

Dia 25 de outubro será lançada a campanha nacional "Basta de impunidade", idealizada por Reginaldo de Castro. O lançamento, que será realizado na capital do Piauí, terá a participação do ministro José Carlos Dias, da Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), da Associação Brasileira de Imprensa (ABI) e de outros setores da sociedade organizada.

Revista Consultor Jurídico, 11 de outubro de 1999, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 19/10/1999.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.