Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Nazista é condenado

Nazista é condenado a 20 anos pelo assassinato de 2 mil pessoas

O último comandante de campos de concentração que ainda está vivo foi condenado nesta segunda-feira (4/10) a 20 anos de prisão. Dinko Sakic, de 78 anos, foi considerado culpado pelo assassinato de 2 mil pessoas quando comandava o campo de Jasenovac, em 1944.

Jasenovac, chamado de "Auschwitz dos Bálcãs" por grupos judeus, é considerado o pior dos mais de 20 campos de concentração controlados pelo regime pró-nazista da Ustase, na Croácia. Dezenas de milhares de sérvios, judeus, ciganos e combatentes antifascistas foram torturados e assassinados neste campo de concentração entre 1941 e 1945.

Depois da guerra, Sakic se refugiou na Argentina, onde viveu até 1988. Foi deportado depois de conceder entrevista à uma emissora de televisão dizendo que todas as mortes em Jasenovac foram por causas naturais.

Fonte: Agência Estado

Revista Consultor Jurídico, 4 de outubro de 1999, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 12/10/1999.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.