Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Sumiço no gabinete

Processos, objetos e até um estante somem no TJ do Rio.

Não se sabe como. Mas além de processos e objetos pessoais, até uma estante enorme foi levada do gabinete do presidente da 10ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, Luiz Eduardo Rabello, na madrugada da última quarta-feira (3/11).

O prédio do TJ é vigiado, teoricamente, 24 horas por dia pela Polícia Militar e pela Polícia Judiciária, mas ninguém diz ter notado o estranho furto.

O juiz Rabello pediu ao presidente do Tribunal, desembargador Humberto Mannes, a abertura de um inquérito para apurar o caso.

Não é a primeira vez que se tem notícia de furtos em dependências do Judiciário - onde já se pratica o hábito de passar a chave nas portas que, antes se mantinham abertas.

Revista Consultor Jurídico, 5 de novembro de 1999, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 13/11/1999.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.