Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Ministério da Justiça

Manuel Alceu recusa Ministério da Justiça

Alegando motivos pessoais, o advogado Manuel Alceu Affonso Ferreira declinou do convite feito pelo presidente da República para ocupar o Ministério da Justiça, no lugar de Renan Calheiros.

Manuel Alceu foi secretário da Justiça e Defesa da Cidadania do governo de Luís Antônio Fleury (1991-1994), em São Paulo. Entre 1980 e 1985, ele foi juiz eleitoral.

O convite indica uma tendência técnica para a escolha do ocupante do cargo. O ministro do Supremo Tribunal Federal, Octávio Galotti, também cogitado para a pasta, já anunciou que, se convidado também não aceitaria.

No âmbito do STF - onde o governo identifica um foco potencial de problemas - chegou a ser lembrado também do nome do ministro Sydney Sanches. Seus colegas, no entanto, acham que seria um erro aceitar, lembrando as experiências anteriores de Francisco Rezek e Célio Borja. Um motivo seria a suposta influência de um ex-ministro nos julgamentos. O outro, seria a impressão de que, ao trocar um cargo por outro, ser ministro da Justiça é mais importante que ser ministro do STF.

Revista Consultor Jurídico, 15 de julho de 1999, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 23/07/1999.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.