Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Mr. M escapa da Justiça

Mr. M depõe em inquérito em Belo Horizonte

O mágico e ilusionista Mr. M enfrentou problemas com a Justiça mineira. Ele recebeu intimação para depor na Delegacia Metropolitana de Polícia Civil de Belo Horizonte (BH).

A Academia Mineira de Ilusionismo acusava o norte-americano de transgredir o artigo 154 do Código Penal, que prevê pena de três meses a um ano de prisão ou multa para quem revela segredos profissionais.

O delegado supervisor da Polícia Metropolitana de BH, Márcio Siqueira, informou que o mágico - cujo verdadeiro nome é Val Valentino - prestou esclarecimentos nesta quarta-feira (25/8) aos setores de polícia e judiciário da capital mineira. Após suas explicações, tanto no fórum, como na delegacia, o caso foi arquivado. As autoridades entenderam que o ato criminoso não foi completamente tipificado.

Existiam dois inquéritos sobre o caso. O primeiro contra a Rede Globo de Televisão, por exibir o programa "quebrando código de ética". O segundo era contra o próprio mágico, que estava se apresentando em Belo Horizonte nesta terça-feira e revelando segredos dos mágicos.

"Não há como incriminá-lo, pois as mágicas são compradas. Elas são como qualquer artigo de loja, você compra e faz o que bem entender do produto adquirido", disse o delegado Márcio Siqueira.

Revista Consultor Jurídico, 25 de agosto de 1999, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 02/09/1999.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.