Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Golpe interplanetário

Empresa vendia terrenos em Marte pela Internet

A Comissão Australiana de Valores e Investimentos está investigando uma empresa que negociava terrenos em Marte através da Internet. A empresa Autoridade do Solo de Marte oferecia lotes de 1 milhão a 100 milhões de metros quadrados no planeta.

Segundo o jornal inglês "The Daily Telegraph", onde a notícia foi publicada, os terrenos custavam entre US$ 7,00 e US$ 30,00.

Os compradores podiam escolher os terrenos em diferentes partes do planeta e com vista para várias regiões, incluindo a região polar. O jornal afirma que não havia áreas à venda com vista para o mar.

A empresa prometia o certificado de propriedade para o comprador pelo correio, depois do pagamento. Mas, após a transação, o novo dono do lote não recebia nem o certificado nem o dinheiro de volta.

Fonte: Mundo Virtual

Revista Consultor Jurídico, 10 de agosto de 1999, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 18/08/1999.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.