Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Senhor juiz, pare agora!

Erro em certidão de nascimento impede casamento

Um sul-mato-grossense foi impedido de se casar por um erro na certidão de nascimento. No documento, Valdeci Souza de Oliveira é registrado como sendo do sexo feminino. Ele nunca havia reparado no detalhe.

A certidão foi registrada em um cartório da cidade de Fátima do Sul (MS) em setembro de 1971.

Valdeci Oliveira - que é pai de três filhos e vive com sua mulher, Márcia, há oito anos - tentou comprovar que é do sexo masculino mostrando outros documentos como o R.G., título de eleitor e a carteira de reservista do Exército. Tudo em vão.

O casal pretendia se inscrever em um casamento coletivo, promovido pela prefeitura de Campo Grande, que vai bancar o casamento de cerca de 2 mil casais. Para corrigir a certidão, Valdeci terá de recorrer à Justiça e fazer exame médico.

Fonte: Agência Estado.

Revista Consultor Jurídico, 3 de agosto de 1999, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 11/08/1999.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.