Consultor Jurídico

Notícias

Recompra de ações

Crédito de R$ 1 bilhão para recompra de ações

O BNDES anunciou nova medida para auxiliar o governo na atual crise econômica colocando à disposição uma linha especial de crédito no valor de R$ 1 bilhão para empresas interessadas em recomprar suas próprias ações nas bolsas.

O prazo de pagamento do financiamento será de seis meses prorrogáveis por mais seis e o custo será de 8% a.a., além da TJLP (atualmente em 9,4%).

Como muitas empresas estão aproveitando a atual crise das bolsas para recompra de ações no mercado a fim de preservar os patrimônios e permitir ganhos futuros aos acionistas com eventual alta dos papéis, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) baixou a instrução n.º 268 ampliando de 5% para 10% o limite de recompra.

Segundo a CVM, as empresas que mais recompraram ações desde o início da crise dos mercados asiáticos foram a CNS, Vale do Rio Doce, Unibanco, Itaú, Gerdau, Belgo Mineira e Sadia.

Fonte: Boletim Informativo/Estudos Econômicos Sudameris

Revista Consultor Jurídico, 15 de dezembro de 1997, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 23/12/1997.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.